NOTÍCIAS

Notícias,

Meu primeiro apartamento

15 de abril, 2019

Meu primeiro apartamento

Para que a realização de comprar o primeiro apartamento seja completa, é fundamental levar em consideração algumas questões relevantes. Por ser um investimento de alto valor é crucial que o indivíduo saiba exatamente quais são as suas necessidades atuais e futuras, assim como as suas condições financeiras para manter o pagamento em dia. A seguir, você encontra um guia para te ajudar a fazer as melhores escolhas.

Meu primeiro apartamento: o que preciso saber antes de comprar?

A compra de um imóvel representa o início da estabilização da vida financeira de uma pessoa e, por isso, é um negócio que tem um peso significativo no futuro desse alguém. Algumas dificuldades e dúvidas podem (e inevitavelmente vão) surgir e, por isso, listamos dicas que vão te ajudar a tomar as melhores decisões.

Apartamento novo ou usado?

Essa é uma das principais dúvidas que surgem no momento em que se está procurando o tão sonhado primeiro apartamento. Em termos financeiros, um imóvel usado costuma sair mais em conta para o comprador. No entanto, os imóveis novos – além da satisfação de não terem sido a casa de mais ninguém – são mais modernos, evitando inconvenientes, como a necessidade de troca de fiação ou encanamento, por exemplo.
Uma forma de conseguir condições mais amigáveis na compra de apartamento novo é realizar a compra na planta. O fato de ter que esperar o empreendimento ficar pronto para pegar as suas chaves ajuda a reduzir significativamente o preço do apartamento. Outro ponto interessante é poder escolher o imóvel numa região que esteja em pleno desenvolvimento.

Atenção ao valor financiado

Dificilmente alguém consegue comprar seu primeiro apartamento à vista, sendo necessário financiar parte do valor. O financiamento pode gerar juros elevados de maneira que a dica é financiar o menor valor possível. Para aumentar o valor da entrada, você poderá vender alguns bens ou usar as suas economias. Quanto menos ficar para pagar depois, menores serão os juros.
Antes de ir visitar os apartamentos para escolher aquele que mais te agrada é válido fazer uma visitinha ao banco para conhecer seu limite de financiamento. Pode acontecer de você gostar de imóveis com valores muito acima do que a instituição financeira irá liberar. Coloque na ponta do lápis os custos para a aquisição de um imóvel para determinar a faixa de preço que se encaixa na sua realidade.

Valor da parcela do financiamento

Os financiamentos de imóveis no Brasil duram entre 30 e 35 anos, em média, um tempo considerável em que diversas mudanças podem acontecer. Para que o valor da parcela não comprometa a qualidade de vida do comprador é indicado que não ultrapasse 20% dos seus ganhos. Além disso, é preciso ter uma garantia como uma poupança que permita continuar efetuando os pagamentos das parcelas em caso de demissão ou outro imprevisto.

Localização do imóvel

A localização do apartamento é um dos pontos mais importantes a ser considerados no momento da compra. Informe-se sobre como é a vizinhança, se há mercados e farmácias por perto e como é o trânsito no local, incluindo o transporte público. Pense em como a localização ajudará a tornar seu dia a dia mais fácil ou complicado. Uma dica é visitar o bairro durante o dia e à noite para saber se é perigoso.

Verificação da documentação

Depois de ter encontrado o imóvel dos sonhos é importante saber se está tudo certo com a documentação do mesmo. Para essa verificação consulte um advogado ou uma imobiliária, um serviço que pode custar até R$ 2 mil, mas que te ajudará a dormir tranquilo. Saiba também que a documentação do imóvel terá um custo extra, então não deixe de incluí-los nas suas contas.
Com essas dicas, você já está preparado para realizar seu sonho de comprar o primeiro apartamento!